Loading...
Sugestões2018-04-03T11:39:34+00:00

Sugestões

Food combining

Vários pedidos têm-nos sido feitos sobre combinações alimentares e então resolvemos, depois de alguma pesquisa intensa, elaborar este quadro que segue abaixo, para melhor explicar e esclarecer o que é isto da combinação de alimentos.

A medicina chinesa e a ayurveda falam em fogo digestivo.

Para quem tem um bom fogo digestivo, todo o processo de digestão é fácil, e conseguem digerir bem os alimentos, mesmo que em inúmeras e diferentes combinações.

Para quem tem (ainda que provisoriamente) um fogo digestivo mais fraco, a digestão e absorção de nutrientes pode ser facilmente comprometida pela combinação menos correta de alimentos, resultando a curto prazo em sintomas como: barriga inchada, flatulência, acidez, prisão de ventre, náuseas, dor de estômago e/ou intestino, sensação de peso e desconforto abdominal.

A longo prazo esta situação poderá levar a aumento de peso, mau hálito, gordura localizada, celulite, acne, pele seca, excesso de toxicidade, cansaço crónico, insónias, problemas digestivos, envelhecimento precoce entre outros.

Assim, poderá ser importante experimentar uma adequada combinação alimentar e fazer uma auto-avaliação para perceber como se sente, ao fim de 3 semanas. Estamos aqui se precisar 

Boa jornada! 

Inspiração

Uma Vida Interligada

E porque é sempre bom lembrar, porque ainda existem muitas dúvidas da base da alimentação e estilo de vida vegan, entre muitos outros “porquês”, deixo-vos este vídeo muito bonito, suave e elucidativo.
Qualquer questão disponham
Boas escolhas, conscientes

Porque a ZenCook é sobre como nos nutrimos

Bom dia gente linda! <3

A alimentação, as escolhas conscientes sobre o que ingerimos e quando ingerimos, é não só fundamental para a nossa saúde e bem-estar, diariamente e a longo prazo, como é um ato de Amor para connosco e para com todos – por sermos um exemplo, por apoiarmos a maneira de produção que consideramos melhor para o mundo de modo a nos alimentarmos a nós e a haver recursos para todos, e por, cozinhando para os outros, nutrirmos os outros…

Nutrimo-nos de maneira equilibrada e de acordo com as necessidades do nosso corpo é o primeiro passo para o nosso bem-estar: humor, sono, confiança, leveza… Contudo, quantas vezes não ingerimos mais do que o que precisamos? Quantas vezes não comemos algo que sabemos lá no fundo que não nos vai fazer bem, mas ainda assim o fazemos? Quantas vezes comemos sem fome, mas “é só uma vez”, “é só hoje”? Nestas alturas, estamos a comer não por querermos alimentar o corpo físico, mas sim por querermos alimentar o nosso corpo emocional ou o mental.
Muitas vezes não sabemos como nos nutrir a nível emocional e do pensamento. Inconscientemente achamos que é da mesma maneira de como nutrimos o corpo físico, e acabamos por comer coisas que não nos fazem tão bem, ou ficamos mal-dispostos ou arrependidos por o termos feito, e os corpos emocional e mental continuam a precisar de atenção, de nutrição e nós sem saber dar…

O chocolate quando estamos tristes ou a precisar de carinho, as batatas fritas quando estamos nervosos e stressados, entre muitos outros escapes alimentares, que não vão ajudar em nada, pelo contrário, vão perpetuar o problema com a possibilidade extra de ainda nos chatearmos connosco próprios por estarmos a comer aquilo.

E porque a ZenCook® não é só sobre o que comemos, mas como nos nutrimos, deixo-vos um vídeo que tive impacto em mim.

Espero que vos nutra. <3
Qualquer questão, sobre como nos podemos nutrir, escrevam-nos!